2.9.09

Como somos...

Sem esquecer o fato de que a vida passa rápido demais, sinto a necessidade de viver os momentos com mais profundidade.
Sinto, na maior parte do tempo, tudo muito superficial... As conversas, as ações, as reações, as situações, enfim, as pessoas. Estamos tão habituados com perguntas e repostas mecânicas... e isso é a pior coisa que poderia nos acontecer, pois deixamos de questionar sobre as coisas, deixamos de crescer, de ajudar o próximo e entramos em um processo de aceitação de tudo o que acontece no mundo e passamos a encarar a maioria dos fatos como normais.
Me sinto como se vivesse sempre atrás do futuro sem dar atenção para o presente. Vivo momentos de um futuro que não chega nunca e isso empobrece o meu presente.
Então é hora de parar e equilibrar as coisas.
Ser mais presente onde eu estiver presente.
Não adiar conversas com amigos,
Não omitir meus pensamentos porque tenho pressa,
Não voar com o pensamento quando é o presente quem dita a verdade e está ali, embaixo do nosso nariz pra ser simplesmente vivido.

Beijos Dé

3 comentários:

fe disse...

Gostei!
Passei por aqui, Fê (do Industrial, pq sãoooo muiiiitas FÊS né?), bjks.

Regiane disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Regiane disse...

Você esqueceu de colocar: não adiar mais andar de carro com a Rê...hahahahaha...Adorei este post! Muitos beijos!